Etapas vencidas

Aqui na Cripto Galeria estamos estudando NFTs há um ano, desde uma live organizada pela Pilastra em março de 2021 com a Tais Koshino e a Moara Pacheco. 

De lá pra cá bastante discussão, reflexões, o primeiro NFT colecionado, a concepção da Cripto Galeria, a criação (mint) do primeiro NFT, a primeira coleção (da Mulher Baldia), a criação deste site de comércio eletrônico e, o principal passo, a primeira artista apoiada pela Galeria, Clarice Gonçalves.

Há quem defenda que o(a) colecionador(a) e o(a) artista aprendam a colecionar e cunhar (mint) NFTs, alimentando o mercado secundário. Essa ideia é incrível e poderosa.

Porém há colecionadores e artistas que talvez não queiram lidar com câmbio, carteiras, escolhas e detalhes de operar em uma (ou mais) plataformas de NFTs para colecionar e, no caso do(a)s artistas, criar os objetos de arte. A Cripto Galeria vem pra preencher este espaço, facilitar o acesso aos NFTs.

A Cripto Galeria se ocupa de cunhar os NFTs para o(a) artista que cria seus objetos de arte digital. Aqui nesta outra ponta, facilitamos a venda para o(a) colecionador(a), aceitando pagamentos no cartão de crédito em plataforma de comércio eletrônico. Sem câmbio, sem necessidade de criar e gerir uma carteira.

Todas as transações realizadas neste site de comércio eletrônico são refletidas na plataforma (marketplace) de NFTs. Assim se garante que para cada NFT comercializado haja a transferência da titularidade da obra do(a) artista para o(a) colecionador(a). E também se paga os royalties.

Além disso, a custódia da carteira do(a) artista e do(a) colecionador(a) pode ser transferida à pessoa, desde que solicitado com prazo de alguns dias. A escolha da plataforma Objkt.com permite criar NFTs e registrar as transações em Tezos, respeitando o meio ambiente, um valor essencial para nós. 

O conceito, o desenvolvimento e o fechamento deste primeiro ciclo da Cripto Galeria contaram com o apoio pessoal e inquestionável de Flávia Pierry, coautora da série Mulher Baldia. E também com a essencial mentoria de um amigo e colega de longa data, Leonardo, cofundador do Apê11.

Novos desafios nos aguardam.

 

Voltar para o blog

Deixe um comentário

Os comentários precisam ser aprovados antes da publicação.